12Agosto2022



 

Segurança & Defesa

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Novo míssil russo provado em combate

Segundo uma “fonte bem informada”, durante as operações militares na Ucrânia, a Força Aérea e Espacial Russa (VKS) empregou exemplares do mais recente míssil ar-superfície de seu arsenal, o “Project 305”. A arma foi usada para a destruição de instalações militares vitais e outros alvos. Os mísseis foram lançados a partir de helicópteros de ataques Mi-28MN contra instalações importantes, como depósitos de munição, combustível e lubrificantes. A fonte também declarou que “o novo míssil demonstrou alta precisão, impactando a no máximo 2m de distância do ponto visado”.

O míssil pode atuar de duas formas: a primeira é no modo “fire and forget”, com o alvo sendo capturado pelo autodiretor eletro-ótico do míssil quando ainda preso no lançador, funcionando de maneira totalmente autônoma após o lançamento; na outra opção, o míssil é lançado contra alvos fora da linha de visão, dirigindo-se a coordenadas pré-estabelecidas. Nesse caso, o míssil emprega navegação inercial e, ao se aproximar do alvo, o autodiretor é acionado e se inicia a transmissão de imagem para a tela do operador, que então determina o alvo a ser atingido.

O “Product 305” foi apresentado publicamente pela primeira vez no Fórum Army 2021, na área da High Precision Weapons (HPW) Holding. O míssil foi desenvolvido por uma subsidiária da HPW, o escritório de projetos KBM, sediado em Kolomna. A arma pode atingir alvos fixos e móveis, de dia e de noite, com alcance de 14,5km; seu peso no lançamento é 105kg, incluindo a cabeça de guerra de alto explosivo, de fragmentação, que pesa 25kg. (Texto e foto: Yuri Laskin)